Cultura e Natureza
« < | 1 | 2 | 3 | 4 | > »
3 de 5 páginas
  • Na Primavera, um breve apontamento sobre a Beleza

    Num período em que os campos se enchem de formas, cores, rumores e cheiros, a Primavera motiva e torna-se pretexto para uma reflexão sobre a Beleza. Como disse o poeta, na Primavera a beleza espreita em tudo o que nos rodeia. ver
  • Escutar Dezembro – A Actualidade de um Diário Antigo

    Não é comum ilustrar períodos, paisagens e acontecimentos a partir dos seus sons, mas subalternizar a audição valorizando a visão não é uma inevitabilidade. Propomos-lhe aqui um percurso por Dezembro, escutando-o. ver
  • Natureza e Poesia

    Desde os primórdios da Humanidade que a Natureza tem sido uma inesgotável fonte de inspiração para os artistas. Ela assume uma posição de destaque em todas as formas de expressão artística e a Poesia não é excepção. ver
  • De quantas maneiras é possível caminhar?

    Diz-se que a arte torna o mundo visível. Se à percepção humana da Natureza e do mundo que nos rodeia juntarmos uma componente estética e artística, não ganharemos logo com isso? De quantas maneiras é possível caminhar num pátio? E na vida? ver
  • Visita de William Beckford a Sintra

    O slogan Amar a Natureza para Respeitá-la está ainda pouco batido. Uma visita de William Beckford, escritor romântico do séc. XVIII, a Sintra ilustra um momento de inspiração poética e de enlevo estético, que vale a pena transmitir. ver
  • Da Primavera

    Um olhar sobre a Primavera, emprestado da Arte e da Ciência. ver
  • A árvore na paisagem romântica

    William Beckford foi um notável escritor romântico do século 18 que, sendo inglês, manteve uma ligação particular com Portugal e com a sua paisagem. Aqui aborda-se brevemente a presença e o significado da árvore na obra de Beckford. ver
  • A propósito de Almada Negreiros, jardins e crianças

    Almada Negreiros foi um dos mais notáveis artistas portugueses do século XX. Dê uma espreitadela num pequeno texto que escreveu, revelador da sua enorme sensibilidade e que agora faz todo o sentido associar ao Festival de Jardins de Lisboa. ver
  • Um modo de discorrer sobre o Espírito de Sintra

    Incorpóreo mas real, simultaneamente inconfundível e vago, o espírito de cada lugar resultará de uma complexa teia que o Tempo, a Terra e o Homem engenhosamente vêm tecendo. Há lugares que têm espírito e Sintra é um deles. ver
  • Natureza e Design

    O Design, talvez agora mais do que nunca, procura explicita ou implicitamente inspiração no mundo natural. E quando se trata de tornar belos os objectos do quotidiano, a Natureza tem muitas sugestões à espera de serem encontradas. ver
« < | 1 | 2 | 3 | 4 | > »

Newsletter