Espécies
« < | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | > »
2 de 15 páginas
  • Garça-pequena, a menor das garças europeias

    A Garça-pequena é a mais pequena garça europeia, não ultrapassando o tamanho de um pombo. Sofreu acentuado decréscimo em toda a Europa, resultado da desertificação e desaparecimento de áreas húmidas nos locais de paragem migratória. ver
  • Ficha do Sapo-parteiro-ibérico

    Limitado ao Sudoeste da Península Ibérica, o sapo-parteiro-ibérico é um endemismo peculiar: os machos transportam os ovos às costas e embora esta espécie tenha posturas pequenas, asseguram a sobrevivência da maioria dos seus descendentes. ver
  • Pica-pau-malhado-pequeno, o pica-pau do tamanho de um pardal

    Com o comprimento aproximado de um pardal, o Pica-pau-malhado-pequeno é o pica-pau mais pequeno da avifauna europeia. Descubra algumas das características e distribuição desta ave peculiar. ver
  • Medronheiros e medronhos

    O medronheiro é um arbusto ou pequena árvore de folha perene, que empresta cores e sabores aos matagais mediterrânicos. É particularmente conhecido pela aguardente de medronho preparada a partir dos seus frutos. ver
  • Ficha do Musaranho-de-dentes-brancos

    O Musaranho-de-dentes-brancos é um pequeno insectívoro solitário, que ocorre em todo o território continental nacional, ocupando habitats naturais, mas também ambientes humanizados, como jardins, zonas cultivadas e mesmo edifícios rurais. ver
  • Ficha da Acácia-Austrália

    É uma das acácias mais conhecidas, por ser uma invasora temível que muitos problemas tem causado nos nossos ecossistemas. A germinação das suas sementes é estimulada pelo fogo e reage agressivamente aos meios utilizados para a controlar. ver
  • Toupeira, engenheira do sub-solo

    Quem não viu já campos agrícolas, jardins e relvados salpicados de montículos de terra? Eles não são mais do que o resultado da intensa actividade de um habitante do subsolo – a toupeira, sempre atarefada na construção dos seus túneis e galerias. ver
  • Ficha da Salamandra-lusitânica

      Jóia da herpetofauna portuguesa, a salamandra-lusitânica é um endemismo muito sensível do noroeste da Península Ibérica que depende de ambientes muito húmidos e não poluídos para subsistir.   ver
  • Toirão, o parente selvagem do Furão

    O toirão é um pequeno e belo carnívoro de hábitos discretos e que se distribui por todo o território continental. Aparentado com o furão, a sua situação populacional é mal conhecida, sendo aparentemente pouco comum. ver
  • Garça-real, pescadora elegante

    Presente por toda a Europa, a Garça-real, a maior das garças europeias, nidifica em colónias, algumas com centenas de anos. Possuindo uma larga área de distribuição, as suas populações apresentam uma tendência geral de crescimento. ver
« < | 1 | 2 | 3 | 4 | 5 | > »

Newsletter