Ficha do Tritão-marmorado

Diogo Veríssimo
Imprimir
Texto A A A

O tritão-marmorado, o maior tritão da fauna ibérica, é um anfíbio de hábitos usualmente terrestres durante a maior parte do ano, que manifesta hábitos aquáticos durante a época de reprodução.

 

 

 

 

IDENTIFICAÇÃO E CARACTERÍSTICAS

O tritão-marmorado (Triturus marmoratus) é um urodelo (anfíbio que no estado adulto apresenta cauda), com um comprimento médio de cerca de 16 cm. Os olhos são proeminentes e colocados em posição lateral, a pupila é arredondada e a íris de cor amarela/dourada. A cauda, achatada lateralmente, pode ter um comprimento superior ao do resto do corpo. As parótidas, glândulas secretoras situadas na parte posterior da cabeça, são facilmente visíveis. A pele granulosa apresenta uma coloração verde com manchas pretas de tamanho, forma e distribuição variável. O ventre pode ter tonalidades cinza, branca ou creme. O dimorfismo sexual nesta espécie é mais acentuado na época reprodutiva, pois os machos desenvolvem uma crista, com inicio na cabeça prolongando-se até ao fim da cauda. Esta crista possui listas verticais de cor preta e laranja ou amarelo. As fêmeas, por sua vez, têm no mesmo local apenas uma linha amarela ou laranja.

Os girinos desta espécie têm entre 4 cm e 7 cm. Possuem brânquias externas desenvolvidas e uma crista dorsal com inicio na base da cabeça e que se prolonga até ao final da cauda. Após a eclosão a sua coloração é clara mas no entanto vai escurecendo com o passar do tempo, possuem ainda marcações negras variadas espalhadas irregularmente pelo corpo.

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

A sua distribuição inclui a Península Ibérica e o sudoeste de França, sendo portanto um endemismo Europeu. Em Portugal ocorre por todo o País, sendo que de uma forma genérica, podemos encontrar a subespécie Triturus marmoratus pygmaeus a sul do rio Tejo e ao longo de uma faixa costeira até Aveiro, enquanto que a subespécie Triturus marmoratus marmoratus está presente no restante território a norte do rio Tejo.


Comentários

zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

Newsletter