Desenvolvimento sustentável em pequenas ilhas

Isabel Abreu
Imprimir
Texto A A A
 

As pequenas ilhas enfrentam problemas com os transportes, tendo elevados custos ao utilizarem o ar e o mar como o meio para as trocas comerciais e transporte de pessoas. Além disso, a sua reduzida economia requer reduzidas quantidades representando elevados custos por unidade. Este factor, aliado ao facto de os mercados internos serem reduzidos, torna pouco atraente o investimento do exterior nestas comunidades. 
 
Fragilidade ambiental

Muitas ilhas têm como actividade principal o turismo, representando muito frequentemente a exploração dos poucos recursos existentes, tais como a água potável e ainda a produção de resíduos sólidos e efluentes líquidos.

O isolamento geográfico das ilhas leva a que estas sejam habitadas por um grande número de espécies endémicas de fauna e flora, sendo locais importantes em termos de biodiversidade. Contudo, o nível de resilência das espécies é baixo, não só pelo baixo número de elementos, mas também pelas suas características de endemismo, pelo que estas espécies têm maiores dificuldades em recuperar de influências negativas.


Número de espécies endémicas, espécies ameaçadas e espécies extintas, em ilhas, em 2003

 Desastres naturais em pequenas ilhas em 2003, entre Janeiro e Setembro de 2003

Comentários

Newsletter