Revista "Construção Sustentável", uma contribuição para a construção e planeamento urbano sustentáveis

Livia Tirone – Iniciativa Construção Sustentável
Imprimir
Texto A A A

A Iniciativa Construção Sustentável lançou em Junho de 2011, para os sectores da Construção, Ambiente, Arquitectura e Imobiliário a “Revista Construção Sustentável”, uma publicação colecionável, dirigida aos técnicos da fileira, bem como proprietários de imóveis que tencionam intervir na reabilitação das suas casas, tendo por temas em foco este ano a Prosperidade Renovável e a Resiliência Urbana.

O sector da construção gera conteúdos técnicos, permanentemente e em grande quantidade, tendo-se revelado insuficientes os meios de comunicação que temos ao nosso dispor, se pretendermos manter-nos atualizados com o desenvolvimento tecnológico em curso. O desenvolvimento tecnológico é determinante, sobretudo na área da sustentabilidade associada à construção e é na perspectiva da construção sustentável que, a nosso ver, se tornava premente a presença de um novo meio de comunicação impresso no mercado.

Dirigido ao público em geral, mas servindo sobretudo para apoiar os técnicos que acompanham as ações de comunicação da Iniciativa Construção Sustentável http://www.construcaosustentavel.pt , a Revista Construção Sustentável visa contribuir para tornar prática comum a construção sustentável e o planeamento urbano sustentável.

Com o relevo conquistado pelo subsector da construção dedicado à reabilitação do edificado existente, alargou-se exponencialmente o leque de quem toma as decisões que vão resultar na qualidade desse edificado. Uma vez que 80% do edificado residencial em Portugal é da propriedade de quem o habita, quase todos, eventualmente leigos na matéria em questão, somos potenciais decisores e determinamos a qualidade desse edificado.

A revista pretende tornar-se um instrumento de trabalho para quem tem poder de decisão nas questões relacionadas com o desempenho energético-ambiental dos edifícios mas, igualmente, para os muitos proprietários que, optando por reabilitar os seus imóveis, não tinham, até à data uma fonte de informação profissional compacta, credível e com os olhos postos no que de mais inovador está a ser desenvolvido neste âmbito. Compreender a sustentabilidade como algo que já faz parte de nós, pressupõe competência, mas constitui a diferença entre comportamentos inconsistentes que se manifestam em atos fortuitos e uma posição “holística” e congruente, da qual nos devemos orgulhar e pela qual seremos identificados pelas gerações vindouras.

Por um lado, a revista conta com mais de 20 anos de experiência na realização nos principais edifícios de demonstração de boas práticas na optimização do desempenho energético-ambiental dos edifícios da Tirone Nunes e de já 5 anos de experiência na comunicação de boas práticas da equipa da Iniciativa Construção Sustentável neste mercado, expressos no enquadramento e estrutura da revista. Por outro lado, conta com os excelentes contributos de entre os melhores especialistas à escala nacional e internacional, nas áreas relevantes deste largo, complexo e relevante sector que influencia fortemente a qualidade de vida das pessoas.

Cada obra de reabilitação proporciona uma oportunidade praticamente única para transformar uma realidade de desconforto frequente ou permanente em atmosfera de conforto constante, na qual as pessoas se sentem bem! Sobretudo na região climática que Portugal ocupa, a forma como são construídos e reabilitados, os edifícios têm um impacte determinante na nossa qualidade de vida e bem-estar.

A mudança de paradigmas na construção é inevitável e urgente! Passados são os tempos em que delegávamos as decisões da qualidade da construção no pequeno empreiteiro que executa a obra de reabilitação.

Encontra-se disponível a informação de que precisamos para conseguirmos alargar as boas práticas que conduzem a essa optimização de desempenho, mas precisa de ser assimilada por todos os atores da cadeia da construção – envolvendo as instituições Europeias, passando pela equipa de projeto e pelo grande, médio e pequeno empreiteiro, até alcançarem os utilizadores finais – sendo estes últimos certamente os mais importantes no mercado, na medida em que se constituem como a “procura”.

É, sem qualquer dúvida, a competência de todos estes atores relevantes no sector da construção que irá permitir um desenvolvimento positivo no sentido da sustentabilidade e da prosperidade do país, tendo importância todos os meios que contribuem para este desenvolvimento.

Com a identificação dos “7 Valores Vitais” da construção sustentável, a revista cria um enquadramento para todos os artigos que visam salientar aspectos relevantes da construção ou do planeamento urbano, sempre na perspectiva da optimização do desempenho energético-ambiental e da resiliência urbana. Em 2011 a estrutura temática da Revista Construção Sustentável assenta na Prosperidade Renovável e na Resiliência Urbana – estando a dimensão da construção retratada no primeiro tema e a dimensão do planeamento urbano retratada no segundo tema.

Para além de poderem ser lidos como manifesto, os “7 Valores Vitais” transportam uma importante mensagem transversal e intemporal: no contexto climático e cultural de Portugal a qualificação do meio edificado passa, imprescindivelmente, por explorar e esgotar todas as oportunidades de optimização do desempenho energético-ambiental da envolvente dos edifícios através de medidas passivas, antes de serem integrados quaisquer outros sistemas ativos, mesmo aqueles que aproveitam e transformam recursos renováveis.

Um mercado informado qualifica a procura enquanto, por sua vez, uma procura qualificada estimula as boas práticas. Com a sua visão “holística” e toda a informação qualificada que coloca à disposição dos parceiros e do seu público crescente, a Iniciativa Construção Sustentável funciona como pólo aglutinador para pessoas e empresas que já estão a dar passos decisivos no sentido de adoptarem boas práticas e de definirem novos modelos de negócio para responder aos desafios da sustentabilidade. Funciona ainda como espaço para a reflexão colectiva sobre os temas e sobre as medidas que devem ser desenvolvidas, validadas e implementadas no meio edificado para que a construção sustentável passe à prática comum.


Em 2011 serão publicados três números da ‘Revista Construção Sustentável’ que poderão ser adquiridos quer nas acções de comunicação promovidas pela Iniciativa Construção Sustentável – Conferências, Workshops, Seminários ou Encontros Living Lab – quer através da página na internet www.construcaosustentavel.pt bem como nas lojas FNAC.
Pode tornar-se “Amigo” da Revista CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL no Facebook, seguir o programa dinâmico da Iniciativa Construção Sustentável na sua página na Internet
www.construcaosustentavel.pt e deixar os seus comentários no Blog da Revista.
A Iniciativa CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL© dinamiza vários eventos de relevância para o sector: a 29 de Setembro, em Lisboa, o Workshop “Construção Sustentável – Criação de Valor”; a 27 de Outubro, em Vila Real, o Workshop “Resiliência Urbana – Prevenção, Mitigação e Regeneração” e muitos outros. Veja e inscreva-se on-line.
    

Contactos:
mail@liviatirone.com
www.construcaosustentavel.pt
www.humanhabitat.pt
www.tironenunes.pt

NOTA CURRICULAR:
LIVIA TIRONE arquitecta e administradora da empresa Tirone Nunes, é desde 1991 pioneira na área da construção sustentável em Portugal, tendo projectado e contribuído para a realização de mais de 200 habitações bioclimáticas, todas com excelente desempenho energético-ambiental. Entre 2004 e 2009 foi Administradora Delegada da Agência Municipal de Energia e Ambiente de Lisboa, sendo de seguida eleita Vereadora da Câmara Municipal de Lisboa, na oposição, integrando a lista do Dr. Pedro Santana Lopes na coligação politica “Lisboa com Sentido”, para o mandato 2009 a 2013. É autora do livro CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL (2007) e responsável pela edição da revista CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL (2011) e, desde 2008, em parceria com as mais relevantes instituições públicas com responsabilidades na área do desempenho energético-ambiental das cidades, promove e coordena a Iniciativa CONSTRUÇÃO SUSTENTÁVEL, realizando conferências, workshops e seminários regulares sobre temas relacionados com o desenvolvimento urbano sustentável. Em 2010 promove o lançamento a rede SUSTAINABLE CONSTRUCTION LIVING LAB, membro oficial da Rede Europeia de Living Labs (ENoLL), que conta com a participação de Câmaras, Instituições públicas e parceiros no mercado, selecionados em função da relevância das soluções construtivas que fornecem. A convite do Vice-President da Comissão Europeia é membro do “European Design Leadership Board” em 2011 e 2012. Livia Tirone dedica-se prioritariamente ao alargamento de “boas práticas” na construção e a impulsionar a qualidade integral nas cidades.

 

Leituras adicionais:

25 Dicas para uma casa mais sustentável

Auditorias ambientais a aglomerados urbanos

Comentários

Newsletter