Nanotecnologias – Biosensores e Monitorização Ambiental

Marta Santos
Imprimir
Texto A A A

As principais vantagens de um biosensor vs técnicas convencionais de monitorização ambiental consistem na possibilidade de análise de múltiplos poluentes, miniaturização, e a importante possibilidade de utilização em campo num regime de tempo real.

Resultante da crescente consciencialização dos efeitos do aquecimento global, da bioconcentração e da bioacumulação de poluentes, nos últimos anos têm sido adoptadas inúmeras acções e desenvolvidas novas leis que visam o controlo ambiental da poluição. De realçar a nível internacional os esforços da “The Stockholm Convention on Persistent Organic Pollutants”, que se propõe reduzir os níveis de poluentes orgânicos persistentes, e da “European Union Water Framework Directive” que irá revolucionar o modo de monitorização da qualidade da água. A nível nacional, destaca-se um dos objectivos do Plano Tecnológico que consiste na promoção da investigação na área da biotecnologia ambiental, visando o estudo de novas energias renováveis não poluentes, desenvolvimento de sistemas de monitorização, etc.. Todas estas iniciativas enfatizam o controlo de qualidade da água devido à importância deste recurso natural, bem como devido ao sobejamente conhecido fenómeno de dispersão de poluentes através do ciclo da água.

Actualmente, a monitorização da qualidade da água, do solo, do ar, dos efluentes industrias e domésticos, etc., baseia-se na recolha de amostras aleatórias seguida de extracções e análises laboratoriais instrumentais. No entanto, estes procedimentos são limitativos fornecendo somente informação relativa a uma amostragem específica e sendo desprovidos de informação de variações espacio-temporais. Desta forma torna-se fundamental o desenvolvimento de sistemas de monitorização ambiental inovadores, baseados em tecnologias de ponta que permitam análise em tempo real.

O processo de desenvolvimento de sistemas de monitorização ambiental contempla três níveis:

i) Caracterização de ferramentas de triagem de poluentes altamente sensíveis, específicas e rápidas, que possam ser facilmente adaptadas para uso em campo (biomarcadores e imunoensaios);

Comentários

Newsletter