Ficha do Pinheiro-manso

A.M.
Imprimir
Texto A A A

 

As Naus que dobraram o Cabo da Boa Esperança tiveram na sua construção Pinheiros Mansos de Alcácer do Sal , tendo o próprio Bartolomeu Dias escolhido as árvores nesta região.

A ligações do Lince-ibérico ao ecossistema do pinheiro manso e matagal associado são bem patentes na toponímia da península de Setúbal, onde existem diversos exemplos desta presença, como a Herdade do Gato Pedral.

UTILIZAÇÕES

O Pinheiro Manso é muito apreciado pela produção de pinhões comestíveis que, nalgumas zonas, constitui um importante factor de rendimento económico. O pinhão pode ser consumido directamente ou utilizado em confeitarias e culinária diversa.

A casca também foi explorada durante muitos anos para a extracção de taninos utilizados na indústria de couros.

Comentários

Newsletter