Energia Solar Fotovoltaica

Cláudia Fulgêncio
Imprimir
Texto A A A


Entre as aplicações da tecnologia fotovoltaica no nosso país, podem referir-se as seguintes:

. abastecimento de energia à localidade de Vale da Rosa, no Concelho de Alcoutim, que dista cerca de 5 km das aldeias mais próximas (P = 2 kW) (Ano instalação: 1984-85);

. sinalização marítima (bóias e faróis) (P = 10 kW) (Ano instalação: 1989-96);

. demonstração (bombagem de água, iluminação) no INETI, em Lisboa (P = 2 kW) (Ano instalação: 1989);

. electrificação e iluminação pública em Castro Daire (P = 20 kW) (Ano instalação: 1990-91);

. demonstração (bombagem de água, iluminação) na FCT/UNL, na Caparica (P = 15 kW) (Ano instalação: 1992);

. torres de vigia florestal (P = 9 kW) (Ano instalação: 1993-97);

. aplicação de um sistema com ligação à rede de baixa tensão, num edifício da EDP Distribuição, em Setúbal (P = 10 kW) (Ano instalação: 1993);

. retransmissores de TV (sistemas híbridos) na região Centro (P = 33 kW) (Ano instalação: 1993-98);

. bombagem de água para uma cooperativa em Palmela (P = 10 kW) (Ano instalação: 1995);

. retransmissores de telefones celulares (P = 9 kW) (Ano instalação: 1996-97);

. parquímetros em Lisboa (P = 7 kW) (Ano instalação: 1996-97);

. aplicação de um sistema com ligação à rede de baixa tensão, num edifício da EDP em Faro (P = 5 kW) (Ano instalação: 1997);

. estações de serviço da BP (14 sistemas ligados à rede) (P = 250 kW) (Ano instalação: 1998-2000);

. combinação da energia fotovoltaica com as energias eólica e diesel (P = 42 kW / 55 kW / 3x15 kVA), para fornecer electricidade a cinco localidades do município de Ourique (Ano instalação: 2000).

Perspectivas

De acordo com a Directiva Comunitária relativa à produção de energia eléctrica a partir de fontes renováveis (a publicar), Portugal deverá conseguir, em 2010, produzir 1200 MW de energia eléctrica a partir de fontes renováveis que não a energia eólica e as mini-hídricas, o que representa uma multiplicação por 100 da actual capacidade instalada em relação a “outras energias renováveis”, designação onde se inclui a fotovoltaica. Se se mantiver a taxa actual de crescimento anual deste sector (25%), em 2010 Portugal conseguirá apenas que este contribua com cerca de 10 MWp.

Comentários

Newsletter