Laboratório de Paisagem das Furnas: À procura de modelos sustentáveis de gestão do território

Filipa Alves
Imprimir
Texto A A A

A Implementação: As parcerias com agentes da Sociedade

O Laboratório de Paisagem das Furnas (LPF) é um projecto da Direcção Regional do Ambiente dos Açores que está a ser implementado pela Azorina – Sociedade de Gestão Ambiental e Conservação da Natureza S.A. em colaboração com uma longa lista de entidades públicas e privadas. É a vasta rede de parcerias do LPF que permite explorar ao máximo as potencialidades da paisagem da Lagoa das Furnas, através da sua compartimentação com afectação das parcelas a diferentes projectos. Exemplos são:

  • as Ilhas Verdes MIT - Biomassa Lenhosa: em parceria com algumas empresas, investigadores da Universidade dos Açores estão a avaliar o potencial de várias espécies arbóreas para produção de energia;
  • Pólen das Furnas: em parceria com a Universidade do Porto e EDA, pretende determinar-se a composição da flora das Furnas previamente à colonização através da análise dos diferentes tipos de pólen presentes no solo;
  • Ilhas Avifauna: com a colaboração da Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves estão a ser instaladas ilhas que funcionem como habitat para as aves aquáticas e que, simultaneamente permitam a realização de atividades de Birdwatching, funcionando como novo atractivo turístico e uma fonte de rendimento alternativa para os habitantes locais, dinamizando a economia;
  • Arboreto de Reforço: a parceria com o Instituto Florestal Europeu, várias universidades e centros de investigação por toda a Europa envolve a integração do arboreto nas Furnas numa rede europeia ao longo da costa atlântica continental que tem como objectivo o estudo da evolução das alterações climáticas e do seu impacto no sector florestal;
  • Floresta SATA: com o apoio da SATA está a ser criado um ecossistema florestal cuja diversidade reflecte a paisagem dos diferentes destinos da companhia aérea.

Para além destes e de outros projectos individuais, o LPF beneficia ainda do apoio de diferentes grupos e organizações da comunidade das Furnas que, no âmbito de parceiras, participam em tarefas de intervenção paisagística, como é o caso dos militares da Zona Militar dos Açores, dos beneficiários do fundo de desemprego e do agrupamento de escuteiros das Furnas.

Comentários

Newsletter