História do Montado – do fim da Idade Média ao início da Época Moderna

Ana Margarida Pinto da Fonseca
Imprimir
Texto A A A

A recolha de plantas medicinais desempenhava, na antiguidade, um recurso importante, na ausência de medicamentos, e as diversas plantas e as suas aplicações eram conhecidas. A recolha de cogumelos era também importante para a alimentação humana. 
 


 6 – Quais destes usos se revelaram sustentáveis a longo termo?

Os usos que se revelaram mais sustentáveis a longo prazo foram, como seria de esperar, aqueles que implicam uma utilização menos intensiva do sistema.

A cerealicultura intensiva provoca erosionamento dos solos, as lavras sob as copas das árvores destroem as raízes das árvores, o encabeçamento excessivo afecta a pastagem e impede a regeneração das árvores e, por último, a extracção incontrolada de carvão pode conduzir à destruição de Montados inteiros.

Por outro lado, várias produções associadas ao Montado adquiriram e mantêm, na actualidade, uma importância incontornável. São elas a extracção de cortiça, a recolha de cogumelos e a exploração pecuária. O presidente da Associação Portuguesa de Micologia defende que os valores da exportação de cogumelos correspondem a um rendimento da ordem dos 15 milhões de contos, por ano. Somos o principal exportador mundial de cortiça. A exploração pecuária, acrescida da crescente certificação dos seus produtos, tem conduzido a um peso crescente deste sector na nossa economia.

Mas também a caça, a produção de mel e cera, de carvão a partir do material resultante das podas, o turismo, são usos que se têm revelado sustentáveis quando bem geridos. 

7 – Que lições se podem tirar para a gestão futura deste sistema?

Esta questão será o objecto do próximo artigo.

 

Documentos Recomendados

1899 - 1968 Joaquim Vieira Natividade: Ciência e Política do Sobreiro e da Cortiça

Caracterização Processual e Economico-Financeira do Subsector Transformador e Comercial das Rolhas de Cortiça Naturais e Aglomeradas

Comentários

Newsletter