Sexo infrutífero na luta biológica

Miguel Monteiro
Imprimir
Texto A A A

A produção desta unidade tem crescido desde 1997 e ao todo, até Julho de 2002 já foram criados mais de 7 mil milhões de indivíduos. Destes, cerca de 184 milhões foram exportados para Israel (entre Dezembro de 1997 e Junho de 1998), no âmbito de um programa de cooperação científica. 

 A biofábrica utiliza a Técnica do Insecto Estéril. As moscas são de uma estirpe geneticamente alterada, em que as fêmeas são sensíveis à temperatura. Ainda na fase de ovo, parte da produção é mantida para assegurar a reprodução, enquanto que a restante é seleccionada – as fêmeas morrem acima dos 34ºC. A fase de ovo dura dois dias após os quais emergem as larvas (dura 6 a 7 dias) que são colocadas em prateleiras de tabuleiros, com uma dieta à base de farelo de trigo, levedura de cerveja e açúcar. O estado seguinte é a pupa que dura duas semanas.

É nos últimos dois dias desta etapa que se formam os orgãos sexuais. É portanto, a altura ideal para esterilizar os machos através de uma radiação de cobalto. As pupas são então colocadas em sacos de papel semi-abertos de modo a permitir a emergência dos adultos. Cada uma das caixas utilizada nas largadas pode conter 5,5 milhões de moscas. 

Comentários

Newsletter