Bolsa de Investigação para Licenciado (m/f) (15-05-2019)

Imprimir
Texto A A A

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL), encontra-se aberto concurso para a atribuição de 1 (uma) Bolsa de Investigação para Licenciado, financiada pelo Programa PDR2020, no âmbito do Projeto n.º PDR2020-1.0.1-FEADER-031859 “ProEnergy - Novos produtos alimentares e bioenergia a partir de frutos de baixo valor comercial e resíduos agroindustriais”, nas seguintes condições:

1.Área Científica: Agricultura e Ciências Florestais

2.Requisitos de admissão:
Os candidatos deverão possuir como requisito obrigatório:
- Grau de Licenciado em Biologia, Bioquímica, Agronomia ou em áreas afins.
Caso o grau académico, exigido no presente edital, como requisito de admissão para a tipologia de bolsa em causa, tenha sido obtido no estrangeiro, deverá ter em consideração o mencionado no ponto 13 deste Edital relativamente aos certificados de habilitações.
Os candidatos deverão possuir como requisitos preferenciais:
- Experiência laboratorial de Biologia e Bioquímica Vegetais, nomeadamente na extração e quantificação de fitoquímicos;
- Técnicas laboratoriais, designadamente na extração e análise de compostos voláteis por cromatografia analítica em fase gasosa.
Será dada preferência aos candidatos que possuam ainda experiência em estatística, conhecimentos de informática, domínio da língua inglesa, carta de condução e disponibilidade para utilização de carro próprio nas deslocações previstas.

3.Plano de trabalhos:
Avaliação, anual, da qualidade de resíduos agroindustriais diversos e de frutos pela caracterização comparativa do perfil volátil (aroma), após microextração em fase sólida e hidrodestilação e análise por cromatografia-gasosa simples e acoplada a espectrometria de massa.

4.Legislação e regulamentação aplicável:
Lei n.º 40/2004, de 18 de agosto, alterada pelo Decreto-Lei n.º 202/2012, de 27 de agosto, pelo Decreto-Lei n.º 233/2012, de 29 de outubro, pela Lei n.º 12/2013, de 29 de janeiro, e pelo Decreto-Lei n.º 89/2013, de 9 de julho (Estatuto do Bolseiro de Investigação), e o Regulamento de Bolsas de Investigação da Universidade de Lisboa, publicado através do Despacho (extrato) n.º 6977/2015, de 23 de junho, alterado pelo Despacho n.º 3146/2019, publicado a 21 de março, e disponível no link https://www.ulisboa.pt/sites/ulisboa.pt/files/documents/files/0872608732.pdf

5.Local de trabalho:
O trabalho será desenvolvido no Centro de Biotecnologia Vegetal (CBV, CESAM Lisboa), da FCUL.

6.Orientação Científica:
Prof.ª Doutora Ana Cristina da Silva Figueiredo.

7.Duração da bolsa:
A bolsa tem início previsto para setembro de 2019. O contrato terá a duração de 04 (quatro) meses, em regime de exclusividade, sem possibilidade de renovação.

8.Valor do subsídio de manutenção mensal e Segurança Social:
8.1. O valor do subsídio mensal de manutenção corresponde a € 752,38 (setecentos e cinquenta e dois euros e trinta e oito cêntimos), pago mensalmente por transferência bancária, nos termos do Regulamento de Bolsas de Investigação da Universidade de Lisboa, alterado e publicado em anexo ao Despacho n.º 3146/2019, publicado em Diário da República, 2.ª Série, n.º 57, de 21 de março, disponível no link: https://www.ulisboa.pt/sites/ulisboa.pt/files/documents/files/0872608732.pdf;
8.2. O bolseiro a contratar poderá exercer o seu direito à segurança social, mediante adesão ao regime do seguro social voluntário, nos termos previstos no Estatuto do Bolseiro de Investigação, assumindo as entidades financiadoras os encargos resultantes das contribuições previstas nesse Estatuto.

9.Métodos de seleção e respetiva valoração:
A seleção dos candidatos far-se-á incidindo nos termos de referência expressos no nº 2 do presente edital:
a) Experiência comprovada, considerando as tarefas específicas a desempenhar no projeto, valorada de 1 a 10 pontos (60%);
b) Avaliação curricular, face aos objetivos do projeto e à natureza específica do trabalho de investigação a desenvolver, valorada de 1 a 10 pontos (25%);
c) Formação e qualificação, face às tarefas específicas a desenvolver no âmbito do projeto, valoradas de 1 a 10 pontos (10%);
d) Outros fatores considerados relevantes, nomeadamente publicações e participação em congressos de especialidade, valorados de 1 a 10 pontos (5%);
e) Em caso de empate nos candidatos melhor classificados nos parâmetros anteriores, haverá lugar a uma entrevista de seleção para avaliação de competências profissionais e comportamentais, valorada de 1 a 10 pontos (50%).

10.Composição do Júri de Seleção:
Prof. Doutora Ana Cristina da Silva Figueiredo (Presidente), Prof. Doutor José Manuel Gonçalves Barroso (1.º Vogal Efetivo) e Prof. Doutor Luís Manuel Gaspar Pedro (2.º Vogal Efetivo). São vogais suplentes a Prof.ª Doutora a Anabela Rosa Bernardes dos Santos Silva (1.ª Vogal Suplente) e a Prof. Doutora Cristina Maria Nobre Sobral de Vilhena da Cruz Houghton (2.ª Vogal Suplente).

11.Forma de publicitação/notificação dos resultados:
Os resultados finais da avaliação serão publicitados, através de lista ordenada, por ordem decrescente da avaliação final obtida, afixada no placard junto à entrada do Edifício C4 (Biblioteca) da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.
Todos os candidatos serão notificados do resultado final da avaliação para o endereço de correio eletrónico utilizado para o envio da respetiva candidatura, e/ou por correio, para a morada constante do seu Curriculum Vitae.

12.Prazo de receção de candidaturas:
O concurso encontra-se aberto no período de 14 a 27 de maio de 2019, inclusive.

13.Forma de apresentação das candidaturas:
As candidaturas poderão ser enviadas por correio eletrónico, para o endereço candidaturas@ciencias.ulisboa.pt, ou entregues pessoalmente no Núcleo de Expediente da FCUL, Edifício C5 - Piso 1, das 9:30 às 16:00 horas, obrigatoriamente com a indicação da referência “BI-LIC-PROENERGY”, sob pena da mesma não ser considerada a concurso, qualquer que seja a forma de apresentação das candidaturas.
As candidaturas devem ser instruídas com os seguintes documentos:
- Requerimento contendo identificação do candidato;
- Título de residência, certificado de residência permanente ou comprovativo do estatuto de residente de longa duração, se aplicável (no caso de não ser cidadão português);
- Caso concorde em ser notificado para o seu endereço de correio eletrónico, deverá enviar, obrigatoriamente, a declaração anexa ao presente Edital;
- Obrigatoriamente e sob pena de exclusão do concurso, documentos comprovativos de que o candidato reúne as condições exigíveis para o tipo de bolsa, nomeadamente certificados de habilitações dos graus académicos requeridos, com média final e com as classificações em todas as unidades curriculares realizadas;
Caso o grau académico, exigido no presente edital, como requisito de admissão para a tipologia de bolsa em causa, tenha sido obtido no estrangeiro terá de apresentar, obrigatoriamente e sob pena de exclusão do concurso, um dos seguintes documentos (Ver também as NOTAS infra);
o  Documento comprovativo da concessão, por Instituição Portuguesa, do reconhecimento ou da equivalência ou do registo do grau académico;
o  Documento comprovativo de que já efetuou o pedido de reconhecimento ao grau, cujo pedido terá de ser apresentado até à data limite do prazo de receção de candidaturas, inclusive.
- Obrigatoriamente e sob pena de exclusão do concurso, Curriculum Vitae detalhado e atualizado, de onde conste, obrigatoriamente, a morada completa do candidato;
- Certificados que comprovem as habilitações constantes no Curriculum Vitae;
- Documento atualizado comprovativo da situação profissional, com indicação da natureza do vínculo, funções e carga horária letiva em média anual (se aplicável), podendo substituí-lo por declaração sob compromisso de honra caso não exista qualquer atividade profissional ou de prestação de serviços;
- Carta de motivação;
- Digitalização da carta de condução;
- Facultativamente, cartas de recomendação.

NOTAS:
1) A apresentação da prova de obtenção do reconhecimento ou da equivalência ou do registo do grau académico é condição mandatória para a assinatura do contrato;
2) Para os graus académicos obtidos em países estrangeiros, que ainda não tenham obtido ou o reconhecimento ou a equivalência ou o registo do grau, é necessário o reconhecimento do mesmo, nos termos previstos no Decreto-Lei n.º 66/2018, de 16 de agosto, conjugado com a Portaria n.º 33/2019, de 25 de janeiro.

Para mais informações poderá consultar, por exemplo, o seguinte link da Universidade de Lisboa:
https://www.ulisboa.pt/info/reconhecimento-de-habilitacoes-estrangeiras

 

Produtos Sugeridos:

Silvicultura: a Gestão dos Ecossistemas Florestais

Biossíntese de Produtos Naturais

Manual de Química Física

Os Elementos Químicos e a Vida

 

[Se desejar manter-se informado sobre as oportunidades de emprego que surgem diariamente na área do Ambiente e Gestão de Recursos Naturais, siga a página "NaturJobs" que a Naturlink criou no Facebook em http://facebook.com/NaturJobs]

Comentários

Newsletter

 

Envie o seu anúncio de emprego através do e-mail naturlink@naturlink.pt