Uso Eficiente da Água - o que cada cidadão pode fazer

Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, Direcção Nacional
Imprimir
Texto A A A

- verificação do fecho correcto das torneiras após o uso, não as deixando a pingar;

- utilização da menor quantidade de água possível para cozinhar os alimentos, usando alternativamente vapor, microondas ou panela de pressão (poupando água, vitaminas e melhorando o sabor);

- utilização de alguma água de lavagens, enxaguamento de roupa ou louça ou de duches (com pouco detergente) para outros usos, como sejam lavagens na casa e, por períodos limitados, em rega de plantas (também para encher autoclismos, desligando previamente as torneiras);

- utilização da água de cozer vegetais para confeccionar sopas ou para cozer outros vegetais (no frigorífico dura vários dias);

- sempre que necessária a substituição de uma torneira, optar por um modelo com menor caudal;

- a utilização de dispositivos mais eficientes permite diminuir o consumo; entre os diferentes mecanismos existentes destacam-se as torneiras com maior ângulo de abertura do manípulo, com redutor de caudal, com dispositivo arejador, com dispositivo pulverizador, com fecho automático ou torneiras com comando electrónico;

- recurso a torneiras misturadoras, monocomando ou termoestáticas;

- adaptação de dispositivos convencionais através da instalação de arejador ou de redutor de pressão (anilha ou válvula).

Máquinas de lavar roupa

- Consulta das instruções do equipamento, particularmente no que se refere às recomendações relativas aos consumos de água, energia e detergente;

- utilização da máquina apenas com carga completa;

- não utilização de programas com ciclos desnecessários (exemplo, pré-lavagem);

- selecção dos programas conducentes a menor consumo de água;

- regulação da máquina para a carga a utilizar e para o nível de água mínimo, se possuir regulador para esse fim;

- substituição de máquinas de lavar roupa no fim de vida por outras mais eficientes em termos de uso de água e energia e com maior flexibilidade para adaptação dos programas à necessidades de lavagem.

Máquinas de lavar louça

- Cumprimento das instruções do equipamento, particularmente no que refere às recomendações relativas aos consumos de água, energia e aditivos (detergente, sal e abrilhantador);

- utilização da capacidade total de carga sempre que possível;

- minimização do enxaguamento da louça antes de a colocar na máquina;

- não utilização de programas com ciclos desnecessários (por exemplo, enxaguamento);

- selecção de programas conducentes a menor consumo de água;

- regulação da máquina para a carga a utilizar e para o mínimo nível de água, se possuir regulador para esse fim;

- lavagem de louça na máquina em vez de a lavar à mão;

- limpeza regular dos filtros e remoção de depósitos;

- substituição de máquinas de lavar louça no fim de vida por outras mais eficientes em termos de uso de água e energia e com maior flexibilidade para adaptação dos programas à necessidades de lavagem.

Comentários

Newsletter