Os primeiros comboios movidos a energia solar já circulam na Bélgica

Ana Ganhão (08-06-11)
Imprimir
Texto A A A

Um projecto pioneiro na Europa utiliza a electricidade produzida por 16 000 painéis solares para mover comboios na Bélgica.

A Bélgica pôs em marcha os seus primeiros comboios movidos por energia solar. Desde segunda-feira, que os comboios que saem da estação central de Amberes rumo ao norte e à fronteira com a Holanda utilizam a electricidade produzida por 16 000 painéis solares durante uma pequena parte do seu percurso.

A bordo não existe nada que distinga estes comboios dos outros, no entanto, durante cerca de 10 quilómetros o motor é alimentado pela electricidade gerada por painéis fotovoltaicos. Estes foram recentemente instalados num túnel ferroviário da linha de alta velocidade que liga Amberes a Amesterdão. Esta infra-estrutura foi rebaptizada por “túnel do sol”. As características geográficas do norte de Amberes, uma área muito plana, juntamente com o traçado desta rede ferroviária, tornaram esta linha uma zona particularmente apropriada para a instalação dos painéis solares.

A linha ferroviária, onde percorrem os comboios de alta velocidade que vão de Paris a Amesterdão, passando por Bruxelas, atravessa uma área natural protegida. Com o objectivo de diminuir o impacto ambiental, cobriu-se com painéis solares um túnel com 3,6 quilómetros de comprimento. Estes painéis cobrem uma superfície de 50 000 metros quadrados e produzem 3 300 MWh, uma quantidade suficiente para abastecer o consumo médio de electricidade de cerca de 1000 famílias num ano.

A electricidade é utilizada tanto para mover os motores como para alimentar as infra-estruturas ferroviárias (iluminação, painéis de sinalização, etc), explicou Frédéric Sacré, porta-voz da Infrabel, a empresa que gere o sistema ferroviário belga. “Utilizando a electricidade gerada no mesmo lugar, evitamos as perdas de energia e poupamos nos custos de transporte”, salienta Steven de Tollenaere, responsável pela empresa Enfinity, que idealizou este projecto.

Neste momento, a quantidade de energia produzida é muito pequena. Num ano, o “túnel do sol” produzirá apenas a electricidade necessária para que todos os comboios belgas (cerca de 4000) circulem durante só um dia. O objectivo será implantar painéis solares em muitos mais sítios da rede ferroviária, incluindo as estações de comboios para aumentar a produção.

Fonte: www.elmundo.es

Leituras adicionais:

Avião movido a energia solar faz primeiros testes

Cientistas usam bactérias para criar novo combustível a partir de CO2 e energia solar

Energia Solar Fotovoltaica

Comentários

Newsletter