Celebra-se hoje o Dia Internacional do Bombeiro

Ana Ganhão (04-05-11)
Imprimir
Texto A A A

Após várias manifestações por todo o mundo em 1999, devido à morte de cinco bombeiros em trágicas circunstâncias num incêndio na Austrália, foi instituído como o Dia Internacional do Bombeiros o 4 de Maio, dia de São Floriano, o padroeiro dos bombeiros.

Portugal tem um clima mediterrânico que se caracteriza pela estação quente no período mais seco do ano, favorecendo a ocorrência de grandes fogos florestais dada a facilidade de propagação devido ao estado de secura que a vegetação normalmente se encontra.  A alternância de uma estação chuvosa com um período seco e quente permite a elevada produção de biomassa vegetal, que arde facilmente no Verão.

Os incêndios florestais são um dos factores potencialmente responsáveis pela alteração dos valores ecológicos/económicos e da paisagem. De acordo com o Relatório Anual de Áreas Ardidas e Ocorrências de 2010, da Autoridade Florestal Nacional, durante o último ano, contabilizaram-se, em Portugal Continental, 22.026 ocorrências, que corresponderam a 133.090ha de área ardida (46.079ha de povoamentos e 87.011ha de matos). O número total de ocorrências registado em Portugal Continental em 2010 diminuiu 13% face a media do ultimo decénio. Registou-se, também, uma redução de 13% de area ardida. Em termos absolutos, foi contabilizada uma diminuição de 3.341 ocorrências e 19.108ha de área ardida, face à média decenal.

Já este ano foi assinada a Portaria n.º 165/2011, de 19 de Abril, que estabelece o período crítico de incêndios florestais compreendido entre 1 de Julho e 30 de Setembro de 2011.

Considerados como os Homens da Paz, os Bombeiros têm um papel fundamental no combate e na defesa do nosso património contra os grandes incêndios que todos os anos deflagram e devastam milhares de hectares no nosso país. Nos últimos 10 anos, morreram em Portugal cerca de 60 bombeiros em serviço, envolvidos no combate aos fogos florestais.

Os bombeiros Portugueses cobrem uma área total de 92.391 km2. No nosso país existem cerca de 40.000 bombeiros distribuídos em 452 corpos de bombeiros, divididos entre 6 corpos de bombeiros sapadores (totalmente profissionais), 21 corpos de bombeiros municipais (integram profissionais e voluntários), 431 associações de bombeiros voluntários (integram voluntários e permanentes) e 14 corpos de bombeiros privados (dentro de empresas).

Fonte: www.bombeiros.pt , www.afn.min-agricultura.pt/portal

Leituras adicionais:

150 000 Caprinos e 500 postos de trabalho no combate a incêndios

Chegou o calor e com ele o risco de incêndios


Diariamente estão activos mais de 300 Incêndios Florestais em simultâneo

Comentários

Newsletter