Primeira vacina contra o Ébola para Grandes Símios será testada em Chimpanzés

Filipa Alves (11-02-11)
Imprimir
Texto A A A

Trata-se da primeira vez que os nossos parentes mais próximos são alvo de testes de uma vacina que tem como objectivo contribuir para o "bem" da própria espécie. O objectivo é determinar se a vacina é segura para começar a imunizar chimpanzés e gorilas no meio selvagem.

O Ébola é uma doença infecciosa causada por um vírus que é frequentemente letal para os humanos, mas não só. Com efeito, a doença tem dizimado populações de Grandes Símios selvagens – o caso mais grave ocorreu na República Democrática do Congo, onde em 2002-2003 surtos epidémicos de Ébola resultaram na morte de 5000 indivíduos de gorila da planície ocidental (Gorilla gorilla gorilla).

De forma a evitar novos surtos que poderiam ter consequências graves para os Grandes Símios, classificados como “Em Perigo” ou “Criticamente Em Perigo” na Lista Vermelha das Espécies Ameaçadas do UICN, dependendo da espécie/subespécie, foi desenvolvida uma vacina para os proteger do Ébola.

A vacina foi testada com sucesso em “macacos” e os testes em chimpanzés iniciam-se hoje. É a primeira vez que esta espécie é utilizada para testes que têm como objectivo o seu “bem”, neste caso a sua conservação, já que até agora apenas tinham sido utilizados em experiências biomédicas como substituto de seres humanos.

Os testes da vacina vão decorrer no New Iberia Research Center, que faz parte da Universidade do Louisiana (EUA) e incluem a inoculação, hoje e passados 28 dias, de 6 indivíduos com objectivo de determinar a segurança da aplicação da “fórmula” e a sua capacidade de instigar uma resposta do sistema imunitário.

Se os testes forem bem sucedidos a vacina será inoculada em chimpanzés e gorilas selvagens  recorrendo a dardos, para evitar ter anestesiar os indivíduos, um procedimento com elevados riscos.

O investigador Peter Walsh é o impulsionador da ideia da vacinação dos Grandes Símios selvagens que é aprovada por pelo colega Christophe Boesch que afirma “... se queremos que os Grandes Símios sobrevivam em áreas de infecção com Ébola, a vacinação é uma das poucas soluções realistas”.

Fonte: news.sciencemag.org

Leituras Adicionais

Descoberto nos chimpanzés elo vital para a compreensão da evolução do vírus da SIDA

Chimpanzés: Apresentado plano para salvaguardar o futuro da subespécie oriental do parente mais próximo do Homem

Documentos Recomendados

Biossegurança em Laboratórios Biomédicos e de Microbiologia

Ngoyla Mintom News

Comentários

Newsletter