Conferência "Gestão e Conservação de Habitats e Flora Associada"

Sociedade Portuguesa de Botânica, ALFA - Associação Lusitana de Fitossociologia, Escola Superior Agrária de Coimbra, Naturlink
Imprimir
Texto A A A

Em 25 de Março de 2011 decorrerá no Instituto Politécnico de Coimbra uma conferência onde será analisada a gestão dos habitats naturais e semi-naturais em Portugal, e será apresentado um conjunto excepcional de trabalhos  onde se discutirá a conservação dos habitats e flora associada no contexto das grandes alterações que ocorrem nos usos do solo.

A conservação dos habitats naturais e semi-naturais é essencial para a manutenção da diversidade florística e da singularidade das suas comunidades. No caso Português e dos outros países Europeus a acção milenar do homem sobre a paisagem alterou-a profundamente, reduzindo drasticamente a área ocupada por formações vegetais naturais e consequente diminuição ou perda de muitas espécies. Contudo, a ocupação do espaço natural através do fogo, pastoreio, uso agrícola, etc., criou novos habitats, por vezes de grande riqueza, e em alguns casos situações de quase-dependência das comunidades e espécies em relação às práticas tradicionais. Surge então uma pergunta: como gerir habitats e espécies da flora no contexto das grandes alterações dos usos do solo que ocorrem? Será o abandono da gestão tradicional uma problemática para a conservação das espécies?

 


Neste contexto, a Sociedade Portuguesa de Botânica, a ALFA – Associação Lusitana de Fitossociologia, a Escola Superior Agrária de Coimbra e a Naturlink estão a organizar a conferência “Gestão e Conservação de Habitats e Flora Associada”, na qual serão apresentados os resultados de diversos projectos e linhas de trabalho relativos à ecologia, monitorização e conservação destes habitats e da sua flora, discutindo as principais ameaças a que têm sido sujeitos, a sua evolução e a sua gestão operacional. A conferência decorrerá no próximo dia 25 de Março de 2011, no anfiteatro do Instituto Superior de Contabilidade e Administração do Instituto Politécnico de Coimbra.

 



Pretende-se que este evento seja não só muito útil e interessante para técnicos e investigadores que trabalham ou venham a trabalhar nestes temas, bem como para planeadores, empresários, gestores do território, professores e estudantes, chamando a atenção da opinião pública para as acções e projectos que têm sido realizados no nosso País e para a importância de uma cuidada gestão dos habitats e da conservação da sua flora.

 



O Programa da Conferência é o seguinte:

08h30 - Recepção dos Participantes
 
10h00 - Sessão de Abertura
 
10h15 - "Conservação de Habitats e Ordenamento do Território: Dilemas e Paradoxos das Práticas Portuguesas"
Pedro Bingre, ESAC - Escola Superior Agrária de Coimbra
 
10h40 - "Monitorização de Habitats e da sua Biodiversidade em Paisagens Heterogéneas"
João Honrado, CIBIO – Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, Universidade do Porto

11h05 - "O Papel do Fogo nos Ecossistemas Mediterrânicos"
Otília Correia, CBA – Centro de Biologia Ambiental, Faculdade de Ciências, Universidade Lisboa
 
11h30 - Pausa para café

11h50 - "Efeitos a Longo Prazo da Limpeza de Matos Sobre as Comunidades Herbáceas em Sobreirais – Caso de Estudo da Serra do Caldeirão"
Miguel Porto, CBA – Centro de Biologia Ambiental, Faculdade de Ciências, Universidade Lisboa

12h15 - "Diversidade Fitocenótica e Biogeográfica dos Ecossistemas de Montado em Portugal: Implicações no Planeamento e Gestão para a Conservação de Habitats"
Jorge Capelo, INRB – Instituto Nacional de Recursos Biológicos

12h40 - "Gestión de la Flora y sus Habitats Atraves de Microrreservas"
Emilio Laguna, Conselleria de Medi Ambient, Generalitat Valenciana

13h20 - Almoço livre
 
15h00 - "Gestão Tradicional de Bosques Ripícolas: Amiais e Salgueirais"
Carlos Aguiar, Escola Superior Agrária de Bragança

15h25 - "Gestão e Conservação de Turfeiras no Alvão (habitat de Maculinea alcon) e Loendro (Rhododendron ponticum subsp. baeticum) em Vouzela"
Paulo Pereira, Ideias Sustentáveis
 
15h50 - "Efeito da Presença de Espécies Exóticas Invasoras sobre a Flora Ameaçada – o caso de Carpobrotus sp."
David Draper Munt, Banco de Germoplasma de la Universidad Politécnica de Madrid
 
16h15 - Pausa para café
 
16h35 - "Planificação de Corredores Dispersivos para Plantas Anuais com Dormência Variável: o caso de Ononis hackelii (espécie Anexo II)"
Manuel João Pinto, Museu Nacional de História Natural, Jardim Botânico, Universidade de Lisboa
 
17h00 - "Os Habitats que Encontrámos – Exemplos Práticos de Gestão
Pedro Serafim e Henk Feith, Altri Florestal
 
17h25 - Conclusões e encerramento dos trabalhos

 

 

Para além das comunicações a apresentar pelos oradores convidados, os participantes que o desejarem poderão apresentar um resumo dos seus trabalhos realizados sobre este tema através de posters (dimensões máximas 70x90 cm). O conteúdo dos posters não será sujeito a peritagem por parte da organização, sendo da inteira responsabilidade dos autores.

O custo das inscrições é de 28 euros para estudantes de grau académico igual ou inferior a mestrado (que deverão enviar cópia de comprovativo actualizado quando do envio da ficha de inscrição e respectivo pagamento) e de 48 euros para os restantes participantes (os valores indicados já incluem o IVA). O pagamento deverá ser efectuado através de envio de cheque ou vale postal emitido à ordem da Naturlink, ou através de transferência bancária para a conta de NIB 004551204022238160594 (com envio do comprovativo de transferência por e-mail, fax ou correio).

As inscrições deverão ser efectuadas até ao dia 23 de Março de 2011, preenchendo e enviando a Ficha de Inscrição que poderá descarregar aqui.

O secretariado do Seminário é garantido pela Naturlink e os respectivos contactos são os seguintes:

Naturlink
Rua Robalo Gouveia, 1-1º A
1900-392 Lisboa
Telefone: 217991100
Fax: 217991119
E-mail: naturlink@naturlink.pt

Organização



Apoio

   

 

 

Leituras Adicionais

 

Gestão e Conservação da Biodiversidade de Florestas Mediterrânicas: o caso dos Sobreirais da Serra do Caldeirão

Matos Mediterrânicos

Invasoras Lenhosas: Gestão vs. Erradicação 

Ecologia das Turfeiras de Sphagnum

Galerias ribeirinhas Mediterrânicas – “Oásis lineares” 

A importância de conservação dos Montados

Os endemismos e a conservação da biodiversidade

Comentários

Newsletter