RuBisCo - a proteína mais importante da Terra

Nuno Leitão
Imprimir
Texto A A A

A RuBisCo tem de ser activada para realizar as suas funções. Esta activação é feita com a ajuda de uma outra enzima, a RuBPCase activase, e ocorre nas subunidades L. Depois de activada, o CO2 e o O2 competem pelo centro de reacção, para serem catalizados. Quando se desencadeia uma das actividades a outra actividade é inibida. Por exemplo, se o CO2 se conseguir ligar ao centro de reacção, dá-se a actividade carboxilásica e a actividade oxigenásica é inibida.

Esta proteína é uma grande alvo da engenharia genética, mas ainda não se conseguiu nenhuma forma prática de estimular a carboxilação e inibir a oxigenação, o que aumentaria a produtividade vegetal, que seria muito importante para a agricultura.

Comentários

Newsletter