Plantas perenes no jardim

Sara Otero
Imprimir
Texto A A A

 


PROTECÇÃO NO INVERNO

Uma camada de matéria vegetal ajudará a prevenir rápidas flutuações da temperatura do solo, que poderão provocar danos no sistema radicular. Materiais como folhas de árvores ou relva cortada poderão compactar demasiado o solo em torno da planta, inibindo a drenagem da água e promovendo o desenvolvimento de doenças.

Em geral, dever-se-á aplicar esta camada de matéria vegetal antes do solo atingir temperaturas excessivamente baixas, usualmente no fim de Novembro. Assim que o crescimento começar na Primavera, deverá gradualmente retirar-se esta camada, geralmente no princípio de Março. 
 
PROPAGAÇÃO E TRANSPLANTAÇÃO

Um grande número de perenes pode multiplicar-se por semente, todavia, com muitas plantas será necessário aplicar o processo de divisão para se reter uma coloração desejável.

Portanto, a maioria das perenes pode ser dividida e, de facto, muitas precisam de uma divisão periódica para manter o vigor e o máximo de floração possível. Isto necessitará de ser feito anualmente com algumas plantas como os crisântemos, mas normalmente só é necessário efectuar de 3 em 3 anos, ou de 4 em 4. No entanto algumas plantas como a Gypsophila paniculata nunca devem ser divididas.

A altura do ano em que as plantas são divididas determina o sucesso deste procedimento.

Espécies que florescem entre o meio do Verão até ao Outono, deverão ser divididas no começo da Primavera, antes do início do crescimento. As perenes que florescem na Primavera ou no começo do Verão, devem ser divididas no Outono. No entanto, poderão existir algumas excepções.

Para dividir uma perene, primeiro remove-se a planta do solo escavando em redor e por baixo da planta, removendo-a cuidadosamente, de modo a evitar provocar danos nas raízes. De seguida deverá retirar-se o solo aderente às raízes com a mão ou com a ajuda de um fio de água. Divide-se a planta tendo o cuidado de cada divisão ficar com três a cinco gomos que produzirão novas plantas. Deve replantar-se as novas divisões o mais rapidamente possível.

Poderá trabalhar-se novamente o solo, se necessário, para melhorar o seu escoamento e estrutura. Deve fazer-se uma cova de adequadas dimensões, plantando estas divisões a uma profundidade que permita o desenvolvimento do sistema radicular futuro. Deverá regar-se adequadamente e proteger a planta do sol ou luz excessiva.

Aconselha-se a consulta de um guia de plantas perenes, que lhe facilitará a escolha das suas plantas preferidas, por estação de floração.

Comentários

Newsletter