Moldura Outonal

Quim Ferreira
Imprimir
Texto A A A

As folhas que caem no Outono constituem uma matéria-prima muita rica em cores e texturas que podes aproveitar para trabalhos diversos e divertidos. Convidamos-te a vires daí connosco preparar uma moldura muito especial.

Materiais:

. Folhas de tons outonais;
. Cartão canelado (retirado de uma caixa de cartão);
. Um atache;
. Tubo de cola de contacto;
. Acetato;
. Uma fotografia.

Ferramentas:

. Lápis;
. Régua;
. X-acto (CUIDADO!!! Só deves usá-lo na presença de um adulto! Se não estiver ninguém contigo, uma tesoura serve perfeitamente!);
. Um martelo;
. Um prego.

 
 
1º passo:


Recolhe da natureza folhas com diferentes tons outonais. Em casa prensa-as durante um ou dois dias, de forma que fiquem espalmadas. Para o efeito, podes colocar as tuas folhas entre papel absorvente tendo o cuidado de no fim as colocar entre duas superfícies rijas, como cartão ou tábuas.


Posteriormente, coloca por cima pesos para que as folhas fiquem espalmadas (ex: uma panela cheia de água). O papel absorvente irá facilitar a secura das folhas evitando que as mesmas se danifiquem.


Se tiveres uma prensa, melhor para ti... e especialmente para as tuas folhas.
 
2º passo:


Num bocado de cartão canelado, desenha um quadrado de 21cm de lado.


Divide o cartão em nove quadrados iguais traçando duas linhas verticais e outras duas horizontais com sete centímetros de distância.

 

3º passo:


Recorta o quadrado do centro usando um X-acto ou uma tesoura.


CUIDADO!!! O X-acto só deve ser usado com a ajuda de um adulto. Trata-se de uma ferramenta muito perigosa.
 
 

4º passo:


Espalha cola de contacto numa das faces da moldura e nas folhas espalmadas. Espera de 5 a 10 minutos para que a cola ganhe consistência, e coloca as folhas sobre a moldura, esticando-as.


Deves sobrepor as folhas nos seus limites, para que não se veja o cartão.

As folhas deverão contornar os limites do cartão e colar-se nas suas costas. 
 

 

 

 

5º passo:


Depois de estar tudo seco, podes colar outros elementos naturais, como paus, pequenas pedras ou cordel barbante... formando efeitos interessantes.


No entanto, se preferires podes deixar a moldura apenas enfeitada com as folhas.
 
6º passo:


À parte, recorta outro quadrado igual com 21cm. Desta feita, desenha duas linhas separadas em 8cm.

 

7º passo:


Ao centro recorta o quadrado pelo tracejado. Depois dobra-o pela linha que não chegaste a cortar. 
 

 

 

8º passo:


Na parte oposta à dobra da janela, faz um furo com um prego a cerca de 1cm da janela, tal como mostra a figura. 
 

 

 

9º passo:


Recorta um rectângulo com 1,5cm por 4cm e fura-o com um prego a cerca de 1cm de uma das pontas. Com uma tesoura podes arredondar os cantos.

 

No fim, com um atache, une este rectângulo à parte detrás da moldura tal como mostra a figura e abre as duas pernas do atache de forma a deixar ambas as peças justas. 
 

10º passo:


Cola a parte detrás da moldura à moldura já decorada, com cola de contacto. 
 

11º passo:


Recorta um rectângulo com 5cm por 3cm, de acordo com a figura. Faz uma dobra a 2cm de um dos limites e um furo nessa área.

 
 
 
 
12º passo:


Cola o rectângulo à moldura, de acordo com a imagem, e obterás assim o suporte da tua moldura para parede. 
 

13º passo:


Recorta um quadrado de acetato com 8cm de lado. Escolhe uma fotografia que te agrade e sobrepondo o quadrado de acetato, recorta a fotografia com a mesma medida do acetato.


14º passo:


Une o acetato à fotografia e insere-os na moldura. O acetato funcionará aqui como um vidro de protecção à tua fotografia.

Nota:

Para dares um resultado final excelente à tua moldura, poderás forrar a parte detrás da mesma (antes de tudo estar montado) com tiras de papel de jornal coladas e sobrepostas, utilizando para tal uma mistura de cola-branca e água. No fim de tudo seco, pinta o resultado final da cor que mais gostares. Atenção que deves deixar esta peça com um peso por cima, de forma que quando estiver seca se encontre direita. Como sabes, o cartão tende a absorver a água, correndo o risco de enfolar.

Se pretenderes preservar os tons das tuas folhas por bastante tempo, podes dar um toque de verniz à tua moldura. Para isso, escolhe um verniz à base de água, muito menos tóxico, fácil de lavar e sem cheiros desagradáveis. Deves dar-lhe duas demãos. No entanto, neste caso recorre sempre à ajuda de um adulto.

Mãos à obra e bom trabalho.

´Quim Ferreira
quim.ferreira@fabulas-naturais.net
www.fabulas-naturais.net

 

Documentos Recomendados

Educação Ambiental: Aspecto teórico e sua Utilização
 
Educação Ambiental, Como fazer?

Comentários

Newsletter