Dar água às aves

João Bugalho
Imprimir
Texto A A A

 

c) Um simples recipiente de plástico, enterrado até ao rebordo para que a água fique acessível pode ser muito útil, desde que não nos esqueçamos de a encher e limpar com frequência. Caso contrário, vai caindo lixo dentro do contentor, que acabando por apodrecer, torna a água imprópria para o consumo pelas aves. Se não quisermos ter a preocupação de mudar a água todos os dias, podemos improvisar um pequeno depósito, com um sistema de sifão, que vá libertando àgua á medida que o nível desça no bebedouro. Há embalagens que geralmente deitamos fora (por exemplo de sumos, com boca lateral) que podem ser utilizadas para este fim (Fig. 3).

E pronto... a partir daqui imaginem tantas outras soluções possíveis para dar de beber a quem tem sede!

Comentários

Newsletter