Um ninho artificial

João Bugalho
Imprimir
Texto A A A

 

Na peça que vai servir de frente do ninho (D) deve ter-se aberto antecipadamente um buraco com cerca de 3 a 3,5 cm de diâmetro e aproximadamente na posição que se indica que servirá de entrada para o ninho.

 

Uma vez colados o fundo e as quatro paredes do ninho entre si, poder-se-á colar também a peça do telhado ou, se preferirmos, esta pode ser fixa com dobradiças. Deste modo, poderemos mais tarde inspeccionar o interior do ninho e, depois de os passarinhos lá nascidos o terem deixado, observar o seu interior vendo se todos os ovos eclodiram, se alguns estavam inférteis ou se poderão ter sido atacados por algum inimigo. Poder-se-á também limpar um pouco o ninho, libertando-o de eventuias parasitas.

Comentários

Newsletter