O Litoral Algarvio em imagens - do Alvor para Sotavento, até Faro

Leonor de Almeida (texto) e José Romão (fotografia)
Imprimir
Texto A A A

No Litoral Algarvio, do Alvor até Faro, existem (ainda) muitos locais e momentos de uma particular beleza mediterrânica, entremeados por testemunhos de inqualificáveis perdas. Viaje connosco pelo olhar de José Romão e o verbo de Leonor Osório.

"Na internet, o que faz falta sobre o Algarve é a atracção das imagens", diz o jornal Público no suplemento Fugas. Então, vamos a elas, pelo “olho” do José Romão. 
 
Algarve, o El Gharb dos Árabes (significando "O Poente"), era a zona mais ocidental do Império e as nossa únicas palmeiras endémicas dão-se aqui muito bem. Outras palmeiras são capazes de abrigar sementes doutras espécies Mediterrânicas e cuidá-las tão bem que nelas chegam a brotar figueiras...


A cor, a cor azul safira do mar raso é soberba na praia do Vau, e as tonalidades aniladas surgem de Alvor a Portimão. Neste percurso, que é melhor ser feito na maré baixa, observe-se com atenção a forma das rochas no meio do mar, ou formando arcos e grutas na praia. Imaginem-se formas, saboreiem-se as cores e, quando se caminhar pela falésia, aspire-se o cheiro único da esteva e do mar... Em Portimão, hoje a segunda maior cidade do Algarve, prova-se a mais famosa confeitaria da província, os bolos de D. Rodrigo. 
 
 
 

 

 

 


Fotografias de José Romão

Uma das praias mais bonitas de Portugal é a Praia da Marinha, que fica entre o Carvoeiro e Armação de Pera, diz o autor das fotografias. Pelo cimo da falésia ou de barco, podem observar-se os algares, formações na rocha calcária em que a água, ácida, rodopiando, a dissolve, esculpindo cavidades, autênticos cilindros. E o algar pode ter como limite a água azul do mar do Algarve, ou as profundidades da terra, como acontece nas serras de Aire ou de Candeeiros.


Chegados a Armação de Pera é a confusão de edifícios, altos e altos, a destoar com o velho centro piscatório, a fortaleza, e até o antigo casino. Na areia, para um lado e para outro, geram-se "jardins" multicoloridos de centenas de chapéus de praia. Pode-se ir a pé até à praia da Galé, a Este, onde as formações da paisagem cársica são cónicas, lembrando funis, e se chamam dolinas. Logo a seguir, em direcção a Albufeira, podem-se ver ulvas, formações em forma de oito originadas pela fusão de dois algares.

 


Fotografias de José Romão

Depois de Albufeira, na praia dos Olhos-de-Água a maré baixa põe a descoberto os "olheiros", nascentes de água doce que brota na areia entre as últimas rochas antes da falésia arenítica e vermelha.

No aldeamento de Vilamoura (já em Quarteira), contíguo à marina, existe um dos melhores núcleos arqueológicos do país, com ruínas originalmente romanas e vestígios das posteriores ocupações visigótica e árabe.

 


Fotografias de José Romão

Avançando até Faro, a capital, que continua com obras, termine este percurso na Ilha de Faro, que não é uma ilha mas uma península de areia. Faça-se transportar no barco da carreira que parte da baixa de Faro, junto à muralha da "vila". Esta opção de transporte, para além de rápida e colectiva, permite apreciar a ambiência única dos meandros da Ria Formosa (Reserva Natural), e observar cegonhas, garças brancas, e limícolas menos comuns. Na maré baixa a ria está pejada de pescadores à procura de bôcas de caranguejo, berbigão, amêijoas, lingueirão, ou lamejinha, bivalves de bom sabor depois de depurados de quaisquer vestígios de poluição que estes animais tendem a acumular por se alimentarem filtrando a água.

Em Faro, não se deixe de provar as famosas "Amêijoas na Cataplana", cozinhadas com linguiça, pimentos e tomate, à moda algarvi. Na Ilha ainda se consegue ouvir o sotaque cantado das gentes algarvias e provar alcabroz, peixe pequenino, teleósteo, também conhecido por caboz, alcabol, cabrito ou cabrão no Norte de Portugal.


Fotografias de José Romão


Documentos recomendados

Vulnerabilidade dos Corpos Dunares do Algarve

Contributo das arribas para o balanço sedimentar do sector costeiro Quarteira - Vale do Lobo (Algarve - Portugal)

Comentários

Newsletter